Guia sobre as maravilhas de Glasgow

descubra tudo sobre tratamento para queda de cabelo

Como resolvi conhecer a cidade de Glasgow

Meu sonho era conhecer a Europa, mas especificamente Londres. Em minha viagem em visita a minha tia conheci essa maravilhosa. Ao chegar no meu destino fiquei entusiasmado e logo meu deu vontade de conhecer outras cidades.

Então sai a perguntar qual seria as cidades mais interessantes. Comecei a reunir a lista das cidades no Reino Unido. Foi então que surgiu o nome de Glasgow na minha lista. Me descreveram como uma cidade simpática e que acolhia de forma generosa os visitantes.

Glasgow é a maior cidade da Escócia. Com um agitado cenário cultural possui inúmeros museus e galerias. Com animados pubs em West End e Merchant City, a conversa rola solta sobre variados assuntos como política, futebol, saúde e outros.

Outro destaque da cidade é sua arquitetura que vai do vitoriano ao neoclássico com algumas obras contemporâneas.

Fui atrás das atrações turísticas, aquilo que as pessoas mais admiravam na cidade. Mas como em todas as minhas viagens não podia deixar de conhecer as pessoas que moravam lá. Estava atrás de um exemplo. Aquela pessoa que fazia a diferença.

Quando em Londres, comecei a me programar para visitar Glasgow. O primeiro passo foi pesquisar a hospedagem. Me indicaram então o Hotel Z. Pesquisei sobre a rede e até visitei uma filial em Londres já que ele era uma rede espalhada por várias cidades da Europa.

Chegou então a grande hora da viagem. Estava ansioso. Foi uma viagem curta e agradável. Meu local de chegada foi o centro da cidade de onde desci da estação de trem. Tá ai uma novidade que gostei: andar de trem era um dos meus desejos. Lá encontrei o fascínio da cidade de Glasgow.

O centro possui uma dinâmica diferente das outras cidades. Cheguei em Glasgow num domingo e encontrei lojas funcionando e pessoas passeando calmamente. Um centro não tão agitado como estava acostumado a ver nas grandes cidades.

Me encantei pela organização e limpeza. Além de existirem construções muito belas e de bom gosto.

Na Buchanan Street encontrei lojas em construções vitorianas. O passado contrastando com a modernidade formando um aspecto bonito e diferente. Adorei essas construções históricas.

Como conheci John e indiquei tudo sobre tratamento para queda de cabelo

Essa chegada foi realmente surpreendente, mas comecei a procurar mais da cidade. Não lugares para visitar, mas pessoas que eu pudesse conhecer e me aprofundar mais na cultura do local.

Foi então que encontrei o John. Uma pessoa super receptiva. Nos damos bem na hora. Nossos dias juntos foram incríveis e ele uma pessoa muito sábia me deixou ficar sabendo a fundo sobre a cultura local e como as pessoas viviam ali e suas tradições.

Me contou também sobre sua família e sua história. John era um senhor meia idade mas bem cuidado. A velhice chegava bem naquele lugar. Algumas marcas do tempo como a calvice eram aparentes.

Em nossa conversas em Glasglow passei a ele também um pouco do meu conhecimento. Sobre sua calvice revelei a ele que poderia trata-la uma vez que vi que ele se sentia muito incomodado com isso.

Lhe apresentei um tratamento para calvice que existia aqui no Brasil. E que poderia ser adquirido pela internet. E ele poderia receber e fazer seu tratamento para queda de cabelo onde estivesse.

John ficou me perguntando se calvice tem cura. Mostrei a ele que o tratamento poderia lhe ajudar muito e com certeza iria mudar sua aparência para melhor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *